8 perguntas frequentes sobre o teste de ADN for...

Publicado em por

8 perguntas frequentes sobre o teste de ADN forense

8 perguntas frequentes sobre o teste de ADN forense

 

 

1. A presença de sangue, esperma ou sémen pode ser detetada em itens como roupa ou outros materiais / objetos?

Sim. Os testes podem ser realizados para indicar a presença de sangue, saliva ou sémen numa amostra. O teste baseia-se no uso de produtos químicos, que mudam de cor ao entrar em contato com sangue, saliva ou sémen.

 

2. É possível obter um perfil de ADN da urina?

Sim. Um perfil de ADN pode ser obtido através da urina. Contudo a amostra tem de ser preservada, pois com o passar do tempo, as bactérias na urina podem degradar o ADN, por isso a urina fresca ou congelada é o melhor tipo de amostra para s executar o teste de adn forense.

 

3. É possível testar o cabelo sem a raiz?

Sim. Em vez de usar testes de ADN nuclear, usaríamos o ADN mitocondrial. O genoma mitocondrial é altamente polimórfico ou varia muito de uma pessoa para outra, tornando-a útil para identificação humana. Como os genes mitocondriais existem em quantidades elevadas dentro de uma célula, eles são muito úteis ao analisar amostras que não possuem ADN nuclear.

 

4. Qualquer amostra serve para fazer a extração de ADN?

Depende do tipo e da condição da amostra. Somos especializados em extrair ADN de amostras forenses incomuns e difíceis. Contacte-nos para discutir as especificidades do seu caso em particular. Existem amostras que é possível obter ADN, mas não um perfil completo pelo que pode ser possível identificar ADN, mas não haver ADN suficiente para a execução de um exame de vinculo biológico.

 

Eu tenho uma amostra com uma mistura “mancha” masculina / feminina, mas nenhum perfil de ADN masculino foi obtido a partir de testes padrão de deteção de ADN. Existe outra maneira de obter um perfil de ADN masculino?

Sim. O teste Y-STR pode ser usado para obter um perfil masculino nestas circunstâncias. No entanto, é sempre necessária uma quantidade mínima de ADN masculino, ou seja, deve haver ADN presente. Se o componente masculino da mancha encontrada com ADN feminino e masculino for o menor, sendo o principal componente o feminino, então o teste Y-STR pode revelar um perfil de ADN masculino. Além disso, se houver vários contribuidores masculinos numa amostra, o teste Y-STR pode ajudar a diferenciar os contribuidores individuais.

 

teste_de_adn_forense

 

5. Que tipo de amostra de referência é necessária?

Para amostras de referência, preferimos esfreganços bucais ou cartões de papel filtro com sangue, mas também aceitamos sangue em tubos EDTA, de tamanho 3ml. Se nos enviar sangue em tubos EDTA, use materiais de transporte apropriados para evitar quebras, derrames e contaminações.

 

VEJA QUI TODO O TIPO DE AMOSTRAS >>

 

6. Como envio uma amostra para os vossos serviços?

A amostra pode ser enviada via correio para o seguinte endereço: Departamento Forense da CódigoADN, Praça Mouzinho de Albuquerque Nr. 113 / 5ºPiso, 4100-359, Porto. Exigimos que todas as amostras recebidas pelos laboratórios sejam acompanhadas de um consentimento informado assinado. Entre em contato connosco para mais informações.

 

7. Os seus resultados são compatíveis com o Sistema Combinado de Índice de ADN (CODIS)?

Sim. Testamos os 13 Marcadores Genéticos do sistema CODIS que foram definidos como marcadores padrão para testes de ADN pelo FBI.

 

8. Como interpreto um relatório de ADN forense?

O relatório forense de ADN refere as amostras testadas e descreve os resultados com base em uma comparação de amostras de evidências conhecidas e desconhecidas. As quatro possíveis interpretações para os resultados de um teste de ADN forense são as seguintes:

  1. Não combinação, nenhum ADN obtido corresponde ao ADN de referência, logo o resultado é inconclusivo.
  2. Uma correspondência significa que o perfil de ADN obtido a partir da amostra da evidência é consistente com o perfil de ADN obtido a partir da amostra de referência conhecida. Uma falta de correspondência significa que o perfil de ADN de um indivíduo não é consistente com o perfil de ADN obtido a partir da amostra das evidências.
  3. Nenhum ADN é obtido significa que não conseguimos extrair ADN da amostra da evidência enviada para o laboratório.
  4. Um resultado inconclusivo é obtido quando não há ADN suficiente para comparação, ou seja, pode ser possível detetar se é masculino ou feminino, mas não existe ADN nuclear suficiente para a uma comparação com o ADN de referência.

VEJA AQUI MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O TESTE DE ADN FORENSE >>

Comentários: 0

Este tema encontra-se fechado. Não podem ser adicionadas mais respostas.