Publicado em por

Diferenças entre um exame de paternidade entre irmãos e um exame de paternidade entre meios-irmãos

Diferenças entre um exame de paternidade entre irmãos e um exame de paternidade entre meios-irmãos

 

Um exame de paternidade entre irmãos/ meios-irmãos é executado quando um dos progenitores não está presente para a realização de um exame de paternidade ou de maternidade.

 

Estes exames podem ter três resultados diferentes:

  • Os dois irmãos não são filhos dos mesmos pais biológicos. Ou seja, não partilham a mesma mãe nem o mesmo pai biológico;
  • Os dois irmãos partilham apenas um dos progenitores em comum, a mãe ou o pai;
  • Os dois irmãos não partilham nenhum dos progenitores em comum;

Entenda que relativamente ao segundo resultado ( em que os irmãos paenas partilham um dos progenitores ) o laboratório não consegue identificar qual dos progenitores os irmãos partilham em comum. A única informação que o laboratório pode confirmar é que existe uma partilha de ADN de 50% entre estas duas pessoas (meios-irmãos). Contudo não consegue atribuir ao lado maternal, nem ao lado paternal essa partilha. Apenas se sabe que um dos pais é comum. Esta conclusão só pode ser tirada pelas pessoas que participam no exame.

 

Se tal não for possível e se nenhum dos parentes biológicos estiver disponível para a participação do exame, afim de se aferir qual o ADN em comum, podemos recorrer a tios maternais ou paternais de forma a averiguar qual dos progenitores é comum.

 

Contudo entenda que estes casos são bastante complexos e não é um exame habitual.

 

Os exames em laboratório normalmente já vêm definidos por parte do cliente:

 

Execução de um exame de paternidade entre irmãos: O cliente já tem a certeza que partilham a mesma mãe biológica e pretende apenas saber se partilham o mesmo pai biológico;

 

Execução de um exame de paternidade entre meios-irmãos: O cliente tem a certeza que os irmãos não partilham a mesma mãe biológica e pretendem saber se partilham o mesmo pai biológico;

 

Entenda que é muito importante para nós laboratório saber que tipo de exame estamos a fazer. Para o laboratório é diferente executar um exame de meios-irmãos ou um exame de irmãos;

 

irmaos

 

Passamos a explicar:

Quando é executado um exame de irmãos no laboratório este é numa primeira fase, executado através da exclusão do ADN maternal e depois apenas é executada uma comparação do ADN paternal;

 

Se estamos a executar o exame com dois alegados meios-irmãos, como não temos acesso ao ADN maternal, iremos fazer uma comparação total dos dois ADN de forma a encontrar uma equivalência de 50% de ADN, correspondente a um dos progenitores em comum;

 

Resultados de um exame, que probabilidade se pode obter?

 

Os resultados de um exame de teste de irmãos/ meios-irmãos nunca são tão expressivos a nível probabilístico como os resultados de um exame de paternidade, contudo, são exames conclusivos.

Os resultados serão sempre expressos em termos probabilísticos.

 

Uma probabilidade abaixo de 10% significa um exame negativo;

Num teste de paternidade de meios-irmãos se obtiver um resultado abaixo de 10% significa que os dois alegados meios-irmãos não partilham nenhum dos progenitores em comum;

Num teste de paternidade entre irmãos, se observar um resultado abaixo de 10% significa que os irmãos são meios-irmãos, que estes não partilham apenas um dos progenitores em comum.

 

Uma probabilidade acima de 90% significa um exame positivo;

Num teste de paternidade de meios-irmãos se observar um resultado acima de 90% significa que os dois alegados meios-irmãos partilham um dos progenitores em comum;

Num teste de paternidade de irmãos se observar um resultado acima de 90% significa que os dois alegados irmãos partilham progenitores em comum;

Ainda tem dúvidas quanto à realização de um exame de paternidade entre dois, ou entre dois alegados irmãos?

Entre em contacto connosco pelo nosso apoio ao cliente.

 

 

apoio_ao_cliente_codigoadn1

Comentários: 0

Este tema encontra-se fechado. Não podem ser adicionadas mais respostas.