Publicado em por

Dor de cabeça pode ser genético?

Dor de cabeça pode ser genético?

A sociedade que hoje vive no nosso planeta é muito diferente da aquela vivida há mais de 4 000 atrás. Durante todos estes anos existiram tentativas de preservar cada valor cultural de cada sociedade de uma forma ou de outra. Há muitos anos atrás os escribas copiavam os manuscritos um por um, os egípcios contruíam grandes estruturas arquitetónicas tendo esperança que subsistissem no tempo e hoje em dia existem inúmeras formas de se preservar valores culturais. Mas nós não transportamos apenas valores culturais, o histórico da sua saúde também pode estar relacionado com a sua ascêndencia e etnia. Mas para relacionar estes dois aspetos é necessáro que saiba identificar e entender o que é a herança genética e de que forma ela poderá influenciar a sua saúde.

 

O que é a hereditariedade?

Hereditariedade é história, conhececimento único, valores e tradições que se desenvolveram por uma combinação de genes e ambientes ao longo os anos. A hereditarieade, seja ela cultural, nacional ou familiar, é uma adoção de conjuntos únicos de cohecimento histórico. É responsável pelo o que somos agora e pelo o que poderemos ser no futuro.

Portanto, a hereditariedade é um conjunto de fatores genéticos, decisões e fatores ambientais que nos afetaram pessoalmente e continuam-nos a afetar.

 

A hereditariedade afeta a minha saúde?

Pode ou não afetar contudo a predisposição genética de um grupo para uma determinada doença não significa que todos os membros do grupo a desenvolverão.

 

Quais os tipos de doenças hereditárias?

  • Doenças Monogénicas ou Mendelianas

São doenças produzidas pela alteração ou mutação na sequência do ADN de um único gene. Há ocorrência destes casos em cada 200 nascimentos e exitem cerca de 6 000 doenças destes género sendo as mais comuns: a Hemofilia, a Anemia Falciforme, a Fibrose Cística, e a Fenilcetonúria.

 

  • Doenças Cromossomicas

Estas doenças ocorrem devido à alteração no número ou na estrutura dos cromossomas. Alguns exemplos são: Síndrome de Down, Síndrome de Patau, Síndrome de Turner.

 

  • Doenças Poligénicas, Multifatoriais ou Complexas

Este tipo de doenças podem manifestar-se através de diversos fatores ambientais, estilos de vida ou de mutações em deteminados genes e cromossomas. Por exemplo: Alzheimer, diabetes, asma, esclerose múltipla, cancro, hipertensão, obesidade, doenças cardíacas, alergias, etc.

 

Cerca de 80% da população mundial desenvolverá, em algum momento da sua vida, uma doença que lhe foi transmitida geneticamente

 

Quais as doenças que ocorrem frequentemente?

 

  • Fibrose cística

É uma doença genética transmitida pelo pai e pela mãe que tem mais  difusão. Esta doença afeta principalmente os caucasianos. Ela afeta o funcionamento do aparelho digestivo, do respiratório e das glândulas sudoríparas. Os sintomas mais frequentes são dificuldade respiratória, inffeções pulmonares frequentes e problemas digestivos. A fibrose cística pode ser diagnosticada precocemente através do teste do pezinho.

 

  • Diabetes

Segundo a Associação Americana de Diabetes, a probabilidade de uma criança herdar diabetes do tipo 1 do pai é de 5,9%. A criança cuja mãe deu-lhe à luz até os 25 anos terá 4% de chance de herdar a diabetes tipo 1, ou 1% se nasceu quando a mãe tinha mais de 25 anos. A probabilidade de uma criança herdar diabetes tipo 2 dos pais são de 14,3%. Alguns médicos acreditam que a probabilidade aumenta, caso a mãe já tenha a doença. Quando o casal tem diabetes tipo 2, as chances de herdar a doença são de 50%.

 

  • Hipertensão arterial

Uma pessoa com caso de hipertensão arterial na família tem probabilidade de desenvolver a doença entre 30 - 60%.

 

  • Obesidade

Considera-se que 40-70% do fenótipo associado à obesidade é de carácter hereditário.

 

  • Cancro

O cancro é uma doença procedente da interação entre fatores ambientais – como tabagismo, infecções, maus hábitos alimentares, exposição solar, etc. – e genéticos. O cancro de mama e o de cólon pode ter um fator hereditário. Estima-se que 10% dos tumores malignos sejam hereditários.

 

As enxaquecas tem origem hereditária?

A enxaqueca pode acontecer em pessoas que sejam predispostas geneticamente para as ter. Contudo um indivíduo pode ser mais sensível a fatores ambientais que levam ao aparecimento de uma crise.  Os principais fatores do ambiente envolvidos no início de uma crise são: stress, distúrbios de sono, oscilação hormonal (estrógeno, principalmente), alimentação (cafeína, queijos amarelos, embutidos, condimentos, vinho tinto, entre outros), consumo de álcool, ansiedade, alterações climáticas, etc…

A enxaqueca é uma doença que afecta cerca de 15% da população portuguesa

 

Posso prevenir uma doença hereditária?

Existem várias formas que o poderão ajudar a prevenir potenciais do foro hereditário antecipando comportamentos e tendo um estilo de vida saudável. Por exemplo quem tem quadros clínicos na família com asma pode por a sua criança na natação desde cedo, quem tem diabetes deve ter cuidados especiais pelos hábitos alimentares.

Apesar das altas probabilidades de existir relação genética com as doenças transmitidas através da hereditariedade várias precauções podem ser tomadas a fim de evitar que tais doenças se manifestem, por exemplo uma boa alimentação, exames preventivos e exercícios físicos.

Comentários: 0

Este tema encontra-se fechado. Não podem ser adicionadas mais respostas.