Manipulação dos resultados do teste de paternid...

Publicado em por

Manipulação dos resultados do teste de paternidade

Manipulação dos resultados do teste de paternidade

 

Como a CódigoADN™ é um laboratório de testes de paternidade com bastante relevo a nível nacional, lidamos diariamente com um grande número de perguntas dos nossos clientes todas as semanas por telefone, e-mail e redes sociais. Uma das questões colocadas, sob diversas formas, é um teste de paternidade fraudulento, adulterado ou alterado propositadamente, normalmente existe uma preocupação maior quando surge um artigo na comunicação social sobre o assunto. Aqui estão as três principais questões que nos pedem para responder.

 

1. Teste de Paternidade Fraudulento: Se a mãe enviar seu próprio ADN e escrever na amostra que pertence ao pai? Isto afeta os resultados?

RESPOSTA: Não.

 

Por vezes somos confrontados com a tentativa de manipulação resultados com a esperança de se obter um resultado "positivo" no teste de paternidade, uma mãe pode tentar enviar seu próprio ADN e etiqueta-lo como sendo do Alegado Pai. Se este tipo de manipulação for tentada, rapidamente é detetado em laboratório e os resultados não são emitidos. Para todos os exames de paternidade, o nosso laboratório inclui o gene da amelogenina, a fim de verificar o gêner(sexo) de todos os participantes, incluindo o suposto pai, criança e a mãe (se ela também optar por participar no teste de paternidade). Além disso, se a mãe participa, mas também envia suas próprias amostras fazendo-se passar pelo alegado pai, os dois perfis de ADN eram exatamente iguais. Os perfis de ADN para duas pessoas diferentes nunca podem ser iguais, a menos que sejam gêmeos univitelinos (“verdadeiros”), neste caso o laboratório suspenderia imediatamente o teste e solicitava novas amostras.

 

SAIBA MAIS SOBRE COMO ENTENDER OS RESULTADOS DO TESTE DE PATERNIDADE>

 

2. Manipulação dos resultados do teste de paternidade: E se o suposto pai alterar as amostras por outra pessoa? Isto afeta os resultados?

RESPOSTA: Sim.

 

Ao fazer um teste em casa, um possível pai pode adulterar os resultaos de paternidade colhendo o ADN de outra pessoa e submetendo o ADN desse homem como se fosse o seu. Isto pode afetar definitivamente os resultados, uma vez que a integridade das amostras foi comprometida. Se o alegado pai não é realmente o pai biológico da criança que está a ser testado, o relatório, mostrará uma probabilidade de paternidade de 0%. Tenha em mente que uma mãe também pode alterar a amostra da criança, e isso também é fraude, para que o exame seja negativo, ou até mesmo positivo se fizer a colheita de adn numa criança que tenha a certeza que é o filho biológico.

 

É por isso que a CódigoADN™ coloca os nomes dos participantes nos testes em casa contudo entenda que estes não são admissíveis pelo tribunal – porque as identidades dos participantes (e, portanto, a identidade do ADN) não podem ser absolutamente verificadas, esta informação segue em nota de rodapé no laboratório.

 

O que se pode fazer para evitar este tipo de fraude, adulteração de resultados: duas recomendações.

 

Se não pode confiar em um dos participantes ou suspeita que possa existir uma tentativa de manipulação dos resultados, insista em estar no mesmo local para observar a colheita de ADN, verifique que as zaragatoas foram inseridas no envelope correto e o envelope selado. Após este procedimento a entrega das amostras deve ser feita por uma pessoa idónea. Ser testemunhas uns dos outros pode mitigar a possibilidade de fraude e dar a todos uma maior paz de espírito.

Se se encontram em cidades diferentes o melhor é dirigir-se às nossas clinicas para que possa fazer a colheita do ADN por uma terceira pessoa idónea e formada na área de saúde.

 

 

3. Manipulação dos testes de paternidade: Alguém pode alterar o seu ADN comendo ou bebendo antes de efetuar a colheita de ADN?

RESPOSTA: Não.

 

Uma pessoa pode comer ou beber antes da colheita de ADN, contudo esta atitude não afeta os resultados. As instruções do kit recomendam não comer, beber ou fumar durante uma hora antes de efetuar a colheita de ADN. Não é porque o ADN poderia "mudar" se colocar algo na boca, mas sim porque a qualidade da amostra pode ser afetada. O ADN não pode ser alterado comendo ou bebendo, mas uma zaragatoa contaminada, por exemplo, com fórmula de bebé ou resíduo de comida pode ser muito difícil de extrair o ADN. Se isso acontecer, o teste é suspenso e nenhum relatório é emitido até que o cliente possa enviar novas amostras. É um inconveniente para o cliente, uma vez que requer tempo extra para apresentar os resultados, mas não afeta os resultados finais.

 

Pensamentos finais sobre a adulteração do relatório do exame de paternidade

Desde 1998, os laboratórios da CódigoADN™ fornecem serviços do teste de paternidade confiáveis e precisos, tanto para os clientes que pretendem testes de paternidade informativos como para as pessoas que precisam de respostas para o tribunal – processos jurídicos. Executamos cada teste duas vezes, garantindo 100% de fiabilidade em cada exame. Fazemos tudo o que pudemos para acabar com a tentativa de manipulação dos resultados do teste de paternidade, e encorajamos os clientes a fazerem também as suas diligências.

 

Pretende saber mais informações sobre o teste de paternidade basta clicar (AQUI)!

 

Comentários: 0

Este tema encontra-se fechado. Não podem ser adicionadas mais respostas.