Imprimir

Resultado Teste de Paternidade Pré-Natal

Resultado Teste de Paternidade Pré-Natal

Resultado Teste de Paternidade Pré-Natal

 

Teste de Paternidade durante a Gravidez

 

O teste de paternidade durante a gravidez, ou também conhecido como o teste de ADN Pré-Natal, é um teste não evasivo, não havendo qualquer risco para o feto, nem para os interveninentes no teste. Não existe qualquer efeito secundário como perdas de sangue, líquido amniótico, febre ou cãibras, efeitos que por vezes se verificam nos processos evasivos.
 
 
Todos os procedimentos conhecidos até ao momento eram feitos de forma evasiva, como a amniocentese ou biópsia do vilo corial, no entanto, estes procidimentos podem colocar em perigo a vida do feto em desenvolvimento, induzindo o parto prematuramente ou provocar abortos espontâneos. 
 
 
O teste de paternidade durante a gradivez pode ser feito a partir da 9 semana de gestação, sendo que os laboratórios da CódigoADN recomendam que seja efetuado a partir da pelo menos da 10 semana de gestação.
 
 
 
Teste_Pre_Natal_saiba_mais

 

 

 

Veja Abaixo um exemplo de um Relatório de um exame Pré-Natal emitido pelas nossas clinicas.

 

Entenda que por razões de confidencialidade o relatório abaixo é um exemplo onde foram ocultados os nomes dos intervenientes e todos os números de processos, onde encontra a letra XXX, normalmente são encontrados letras ou números;

Também, por questões de segurança o exame abaixo não se encontra autenticado, "carimbado" pelo nosso laboratório.

 

Resultado_Teste_Paternidade_Pre-Natal

 

Quais os dados que vou encontrar no relatório do Teste de ADN Pré-Natal?

 

1. Nome da Mãe

2. Nome do Alegado Pai

3. Número do processo dentro dos laboratórios

4. Número do processo dentro dos laboratórios

5. Perfil de ADN da mãe

6. Perfil de ADN do Feto. Este perfil é achado pelas células livres de ADN fetal na amostra de sangue materno fornecida, é utilizada a tecnologia microarray de polimorfismos de nucleotídeo único. A análise de polimorfismos de nucleotídeo único permite obter o perfil de ADN fetal.

7. Perfil de ADN do alegado pai

8. Resultado:

  • Exclusion, ou excluído, significa que o alegado pai está excluído para aquele marcador analisado.
  • Inclusion, ou incluído, significa que o alegado pai está incluído para o marcador analisado

9. Lista de lócus analisados. Por questões de economia processoal, apenas 5 dos 2688 polimorfismo de nucleotídeo simples, são demonstrados no relatório.

10. Probabilidade de Paternidade:

  • 0% - O pai está excluído com 100% de certeza que este não é o pai biológico da criança.
  • 99,9% - O pai está incluído com 99,9% de certeza, ou seja, o pai é o pai biológico da criança

11. Conclusão:

Exemplo da Conclusão, para um exame negativo (0% o pai está excluido)

O alegado pai está excluído como pai biológico do feto. O teste foi realizado para determinar a paternidade usando a livre circulação de células de ADN fetal (cffDNA), isolado do plasma do sangue maternal. Esta amostra contém uma mistura de ADN do sangue da mãe e do feto. O ADN foi também isolado dos glóbulos brancos tanto no sangue da mãe como do alegado pai. Todas as amostras de ADN são analisadas usando a mais recente tecnologia (NGS). A análise genética foi realizada a 2,688 SNP (polimorfismo de nucleotídeo simples) locus e a probabilidade de paternidade gerada. 5 dos 2,688 SNP locus utilizados para o calculo da probabilidade de paternidade são mostrados no relatório em anexo.

Teste_Pre_Natal_saiba_mais

 

 

Teste_Pre_Natal_clinicas

 

 

 

apoio_ao_cliente_codigoadn1