Imprimir

É possível ter 2 Perfis de ADN - Teste de ADN

Publicado em por

É possível ter 2 Perfis de ADN - Teste de ADN

É possível ter 2 Perfis de ADN - Teste de ADN

O perfil de ADN é uma simples e rápida maneira de se comprar sequências de ADN de dois ou mais indivíduos. O teste de ADN é usado para casos de disputa por propriedades de linhagens, paternidade, determinação de sucessão em heranças, propriedades de órgãos construídos em laboratórios e identificação de cadáveres, entre outros…

 

Existem casos em que a mesma pessoa nasce com dois perfis de ADN, e não há ainda como confirmar esse facto. São casos extremamente raros, mas a ciência já diagnosticou a existência de pessoas portadoras de dois perfis de ADN, um diferente do outro.

 

Este fenómeno causa dificuldades da na solução de crimes ou estabelecimento da paternidade, pois a confirmação ou exclusão do envolvimento da pessoa, ou estabelecimento da relação biológica fica prejudicada, já que o ADN obtido através do sangue pode apresentar um perfil de ADN diferente do colhido em células do suspeito.

 

Este fenómeno deve-se ao facto de, durante a gestação, gêmeos não idênticos podem-se fundir no útero, formando um único embrião a partir de dois óvulos e dois espermatozoides com uma carga genética distinta e originar um individuo com dois tipos de células diferentes. O fenómeno é chamado de quimerismo, o termo quimera vem do grego que designava uma criatura mítica, parte leão parte serpente, parte bode.

 

Contudo, salienta-se que estes são casos muito raros e o teste de paternidade através do ADN é a prova mais definitiva no estabelecimento de uma relação biológica.

Perfil_de_ADN

 

A aquisição do ADN de um individuo é obtida pela análise de um determinado material genético que contenha ADN e o procedimento incluí 7 etapas:

  1. Colheita de ADN
  2. Isolamento de ADN
  3. Corte do ADN
  4. Separação dos Fragmento
  5. Transferência do ADN
  6. Hibridização de Sondas
  7. Perfil de ADN

 

A colheita pode ser qualquer: sangue, saliva, sémen, pelos, dentes, ossos ou qualquer tecido ou fluído de um individuo.

 

Todas estas amostras estão sujeitas a um processo de degradação através de vários fatores ambientais como (luz, elevadas temperaturas, químicos, substâncias corrosivas, ataque enzimático, contaminação/degradação por microorganismos, entre outras), todos estes fatores modificam a composição e a estrutura normal do ADN.

 

Outra forma de contaminação das amostras é através de outros seres humanos que estão ligados à colheita, mas não estão ligados diretamente à cadeia de eventos.

 

Dependendo da amostra, várias podem ser submetidas, como por exemplos células escamadas da epiderme da testa de um individuo deixadas em um chapéu, uma gotícula de saliva deixada em um telemóvel ou um selo de uma carta poderá conter ADN de um individuo.

 

Se ainda tem dúvidas sobre como submeter as suas amostras para um teste de paternidade, ou um simples teste de ADN para compração ligue com o centro de apoio ao cliente. 

Apoio_ao_Cliente_CodigoADN

Comentários: 0
Mais sobre: Materiais genéticos, Teste de adn, perfil de ADN

Apenas os utilizadores registados podem enviar comentários.
Iniciar uma sessão e enviar comentário Registar agora