Blog, Noticias, Legislação e Recursos para testes de ADN - Código ADN
Mostrar conteúdo actual em RSS feed

Blog, Noticias, Legislação e Recursos para testes de ADN - Código ADN

Recursos, Noticias, legislação e curiosidade sobre teste de adn e paternidade. Avanços na genética e nos testes de adn disponibilizados ao consumidor final. 


1 - 10 de 127 resultados
Publicado em por

Como funciona o teste de DNA?

Ler contributo inteiro: Como funciona o teste de DNA?

 

Antes da descoberta dos testes de DNA, a nível genético ainda havia vários desafios para superar.

Por exemplo, sem o teste era difícil resolver uma disputa de paternidade. Logo, impossível de se confirmar que uma pessoa era o pai biológico de uma criança.

Em casos que envolviam crime, era difícil identificar os suspeitos, mesmo que fossem encontrados na cena do crime: fluidos corporais, pele ou cabelo, uma vez que sem a ciência dos testes de DNA não era possível haver uma comparação.

Continue a ler para descobrir como o teste de DNA funciona e por que pode ser a melhor escolha para explorar a sua biologia desde a ancestralidade até à paternidade.

 

Tabela de conteúdo

O que é teste de DNA?

Como funciona um teste de DNA em casa?

  1. Decida o tipo de teste de DNA que pretende fazer
  2. Solicite o kit de DNA
  3. Efetue a colheita das amostras
  4. Preencha a documentação
  5. Envie as amostras de DNA

Como funcionam os diferentes testes de DNA?

Como encontrar uma empresa de DNA

Compreendendo o resultado do teste de DNA

A Código ADN

 

 

Atualmente, o teste de DNA oferece uma solução precisa e confiável para resolver várias questões, desde crimes, nacionalidades, filiação, doenças entre muitas outras.

 

O DNA tornou-se uma ferramenta tão poderosa que, em 2013, os legisladores e tribunais* decidiram que, o DNA poderia ser colhido legalmente após o estabelecimento de um crime, com a finalidade de ser comparado com outras amostras de DNA, presentes em bases de dados referentes a outros crimes ainda sem conclusão.

*Cada país tem a sua legislação quanto à colheita, construção da base de dados e comparação.

 

Mas como funciona o teste de DNA?

Aprenda, neste artigo, como fazer um teste de DNA em casa e o que pode esperar dos resultados.

 

O que é teste de DNA?

 

O ácido desoxirribonucleico, ou DNA, é o material genético que herdamos de nossos pais, é composto por uma série de pares de bases que fornecem instruções para nos tornar quem somos.

Os humanos, entre si, independentemente da raça, etnia ou outra construção social que possa existir, partilham 99,9% do seu genoma.

É a diferença de 0,01% que nos torna únicos. São estes 0,01% que faz de nós indivíduos únicos, a pessoa.

O teste de DNA, em termos simples, lê a sequência de pares de bases do DNA e identifica alterações na sequência do DNA ou na estrutura do cromossoma.

 

DNA-testing-kit

Herdamos DNA de nossos pais. Em casa, os testes de DNA podem nos ajudar a analisá-lo. Flickr. Tony Webster.

 

Um teste de DNA pode descodificar, “ler” diversas informações sobre a composição genética humana, entre elas:

 

  • Ancestrais, incluindo as estimativas de etnia, de onde vêm os seus ancestrais;
  • Suscetibilidade a doenças genéticas;
  • Predisposições para certas características;
  • Recomendações para tudo, desde dietas a cuidados com a pele;
  • Paternidade.

 

Todos estes resultados são baseados no fato de que, todos nós, herdamos os genes dos nossos pais e todos temos composições genéticas únicas.

 

Como funciona um teste de DNA em casa?

 

Quer esteja interessado em realizar uma ancestralidade, suscetibilidade a doenças ou análise de características únicas, pode realizar a colheita de DNA no conforto da sua casa e receber os resultados digitalmente no seu computador.

A maioria dos testes de DNA funcionam com procedimentos muito semelhantes. A exceção são os testes de paternidade para fins legais, que devem ser feitos acompanhados de um profissional de saúde e presencialmente.

Em casa, os testes de paternidade, quando disponíveis, são apenas para fins de tranquilidade, ou seja, informativos.

A maioria dos testes de DNA, independentemente de ser de paternidade ou com outra finalidade, em casa segue o procedimento descrito abaixo:

 

1. Decida o tipo de teste de DNA que pretende fazer

Existem muitos tipos de testes de DNA no mercado. Alguns, como Living DNA e 23andme, são dos mais conhecidos pelos seus testes de ancestralidade. Estes testes são provavelmente algumas das principais opções a considerar se estiver interessado em pesquisas genealógicas.

  • Apenas considere estas empresas se estiver confortável que o seu DNA seja utilizado para outros fins, que não, só lhe facultar os resultados genealógicos.

 

Outros, como DNAFit, são específicos para análise de dieta ou fitness e não têm nenhum componente de ancestralidade.

Para a paternidade, existem várias empresas a nível nacional que o podem apoiar no fecho da dúvida relativamente a uma ligação biológica.

É importante que pesquise qual o tipo de informação genética está interessado e escolha um teste de DNA com os resultados confiáveis. Tenha também em atenção a legislação do país para onde pretende importar o kit de colheita de DNA (sempre que recorre a uma empresa internacional).

 

2. Solicite o kit de DNA

Não precisa de se deslocar a uma clínica antes de fazer um teste de DNA. Basta pesquisar online a empresa e encomendar o seu kit, se optar pela realização da colheita de DNA em casa.

Normalmente, online, fornece alguns dados, e o tipo de exame que pretende fazer, após esta informação, o pedido encontra-se concluído. Algumas empresas cobram taxas de laboratório* além do próprio teste, ou um novo teste quando a colheita não bem realizada*.

*Leia com atenção todos as políticas da empresa. Na dúvida, contacte o apoio ao cliente.

 

Atenção: Alguns testes de DNA não podem ser recebidos em território nacional. Informe-se antes da aquisição, porque pode pagar o teste e ficar com o kit de DNA retido na alfandega, se este tiver proveniência de uma empresa fora da comunidade europeia.

 

3. Realize a colheita das amostras de DNA

Chegou a hora de fazer a colheita da amostra de DNA - Leia as instruções. É preciso algum cuidado nesta fase para evitar a contaminação das amostras. Uma contaminação pode interferir nos seus resultados ou pode até mesmo tornar a amostra ilegível (não viável) para extração de DNA. A contaminação da amostra é um dos maiores erros que pode fazer.

Algumas amostras de DNA são colhidas esfregando uma zaragatoa “cotonete” na parede interna da bochecha. Outros requerem uma amostra de saliva ou uma amostra de sangue.

O tipo de amostra depende do tipo de teste de DNA que tenha escolhido.

 

DNA-testing-saliva-collection-tube

Um kit de colheita de DNA em casa. Flickr. Pelle Sten

 

Como funciona um teste de esfreganço de DNA?

 

Um teste de DNA de esfreganço da bochecha (também chamado de esfreganço bucal) é o método mais utilizado para a colheita de DNA. O método consiste em raspar as células epiteliais de sua bochecha. Estas células contêm exatamente o mesmo DNA das células sanguíneas. É importante evitar a contaminação garantindo que a zaragatoa não toque em nenhuma outra superfície antes ou depois da colheita da amostra. Leia as instruções de colheita das amostras para não existirem erros.

 

4. Preencha toda a documentação

Depois de realizar a colheita das amostras, deve preencher todos os documentos presentes no kit de colheita de amostra com as informações necessárias. Estas informações podem incluir o seu nome e sexo. No entanto, antes de começar a etiquetar, certifique-se de que sua amostra está protegida fechando-a de forma adequada.

 

 

5. Envie a amostra de DNA

Depois de concluir os processos acima, deve enviar a amostra de volta para a empresa.

Após boa receção, o teste é iniciado e será alertado assim que o resultado estiver pronto.

Essa notificação pode ser por e-mail, carta ou diretamente no website, dependendo da empresa e do tipo de análise que está a ser realizada.

Os resultados podem levar alguns dias úteis a 14 semanas após a chegada da amostra ao laboratório. A maioria dos resultados de DNA fica concluído entre 5 a 10 dias úteis para casos de paternidade.

 

Como funcionam os diferentes testes de DNA?

 

Existem diferentes testes de DNA realizados para diversos fins. Cada um destes testes funciona com princípios diferentes com base no material genético chamado cromossomas.

 

Testes Y-DNA

Este teste examina o cromossomo Y de um indivíduo para descodificar informações sobre sua linhagem paterna (testes ancestrais). No entanto, este teste só pode ser realizado por homens, pois as mulheres não têm o cromossoma Y. Isto ocorre porque o DNA Y só é transferido de pai para filho.

Este teste é usado principalmente para testes de ancestralidade para rastrear a linha paterna.

No entanto, o seu médico pode recomendar que faça um teste de Y-DNA se quiserem saber sobre os genes que herdou da linha paternal.

Se uma mulher pretender rastrear a sua linhagem paterna, tem que utilizar um homem da família como o pai, irmão, tio ou até mesmo o avô.

 

Testes de mtDNA

Este teste também é chamado de teste de DNA mitocondrial. Examina o DNA mitocondrial para descodificar informações sobre sua linha materna. Tanto homens quanto mulheres podem fazer este teste. O DNA mitocondrial é transferido da mãe para o filho. Como o teste Y DNA, este teste é normalmente realizado para a ancestralidade. Neste caso é rastreada toda a linha materna.

 

different-types-of-DNA-testing

Herança de DNA nuclear e mitocondrial. Wikipedia.

 

Testes de DNA autossómico

Todos os seres humanos têm cromossomas autossómicos; portanto, qualquer pessoa pode fazer o teste. Este teste «descodifica» os 22 pares de cromossomas que um ser humano herda além dos cromossomos X e Y. A maioria dos testes de DNA, exceto linhagens paternas e maternas, usará testes de DNA baseados em DNA autossómico.

Na maioria dos casos, estes testes têm como alvos polimorfismos de nucleotídeo único específicos (SNPs pronunciados “snips”). SNPs são pedaços de DNA que geralmente se correlacionam com características específicas ou variantes genéticas.

 

Como encontrar uma empresa de DNA com o processo pensado para o consumidor, sem etapas desnecessárias que só agravam o preço final do teste de DNA?

 

Embora existam muitas empresas de DNA que oferecem procedimentos fáceis, também deve estar ciente de que a empresa que escolheu é confiável e produz resultados precisos.

Portanto, se está à procura uma empresa de testes de DNA que responda às suas necessidades deve dispensar algum tempo na:

 

Pesquisa online

Empresas com procedimentos fáceis fornecerão serviços de teste de DNA em casa. Qualquer empresa que ofereça estes serviços deve ter uma presença online de fácil acesso, porque é onde encontram os seus clientes.

Portanto, deve pesquisar online por empresas com websites. Reserve algum tempo para ler as políticas de privacidade dessas empresas e ver se os tipos de teste de DNA que oferecem atendem às suas necessidades.

 

Leia os comentários deles

Agora, pesquise nas redes sociais. Embora a maioria dos testes de DNA possam funcionar da mesma forma, a experiência do cliente pode ser muito diferente.

Se o procedimento é fácil e o serviço é confiável, não encontrará muitos comentários negativos.

Também é útil ler os comentários positivos e negativos com uma dose de critica, não se esqueça que normalmente as pessoas quando escrevem na internet muitas vezes chegam a extremos, ou é muito, muito bom, ou é muito, muito mau, quase a roçar a ilegalidade e que devem ser presos.

Tenha uma dose de moderação, verifique se existem várias pessoas a comentar ou se é apenas uma.

Na maioria dos casos, irá encontrar uma mistura de análises positivas e negativas. Quando chega às avaliações negativas, pode ver em que aspetos os clientes tiveram uma experiência menos boa. Estas reclamações tendem a ser tempos de processamento lentos ou atendimento ao cliente insatisfatório.

 

Procure referências

De certeza que tem amigos, vizinhos ou parentes que fizeram ou conhecem alguém que fez um teste de DNA. Talvez seja a hora de falar com eles e ouvir a sua experiência com a empresa em que fizeram o exame.

 

Compreendendo o resultado do teste de DNA

 

A maioria dos testes de DNA são realizados em laboratórios que permitem que os resultados sejam analisados pelo seu médico, claro que, a afirmação anterior depende do exame que está a fazer. Por exemplo, se está a fazer um teste de DNA de predisposições genéticas então deve consultar o seu médico após a realização do teste. Todos os testes de DNA prescritos ou não prescritos exigem um consentimento informado.

 

Como funciona o teste de DNA com a finalidade de determinar a paternidade?

 

Um kit de teste de paternidade de DNA geralmente requer a colheita da amostra de DNA da criança e da mãe e do(s) supostos pais. O relatório será apresentado com uma tabela comparando as amostras de DNA e demonstrando quaisquer relações biológicas. Abaixo da tabela, encontrará um texto que diz “probabilidade de paternidade” em caso de inclusão ou a exclusão do suposto pai em teste.

Codigo_ADN_-_relatorio_exemplo_teste_de_paternidade

Quando a colheita de DNA é realizada em casa, os testes de paternidade não obedecem às normas jurídicas como a custódia documental dos intervenientes e transporte das amostras.

Neste caso, os testes legais devem ser realizados em locais aprovados «pontos de colheita de ADN» para manter a cadeia de custódia das amostras.

 

Como funciona o teste de DNA para determinar doenças hereditárias?

 

Se resolver testar a sua suscetibilidade a uma doença (em Portugal, sempre com prescrição médica), o teste mostrará o risco de contrair a doença. É importante lembrar que a maioria das doenças são apenas parcialmente genéticas. Portanto, se tem uma variante genética associada a uma doença ou distúrbio, isto apenas o predispõe à doença - não determina se tem ou terá algum dia essa condição.

 

A história da família costuma ser um aspeto importante a ser considerado quando está a decidir fazer um teste para uma condição específica. Outros fatores, como ambiente e estilo de vida, também influenciam as probabilidades de desenvolver a doença.

 

Os testes de DNA da Código ADN

 

Se optar por realizar o seu teste de DNA com a Código ADN, ficará exposto ao uso de poderosas ferramentas de exploração de genoma para responder a quaisquer perguntas sobre o seu DNA. Os dados de sequenciamento, perfis de DNA, são da mais alta qualidade e podem ser usados ​​por qualquer profissional de saúde.

Se ainda tem dúvidas não hesite em nos contactar ou consultar a nossa página de duvidas sobre os testes de DNA

Ler contributo inteiro
Publicado em por

Teste de DNA Paternidade

Ler contributo inteiro: Teste de DNA Paternidade

 

Um teste de paternidade de DNA é 100% preciso na determinação se um homem é o pai biológico de outra pessoa. Os testes de DNA podem usar células da boca, conhecidos por esfreganços na bochecha ou uma colheita de sangue.

Se precisa do exame para o sistema jurídico ou legalização a colheita de ADN deve ser realizada acompanhado por um médico/ enfermeiro. Já os testes de paternidade pré-natais podem determinar a paternidade durante a gravidez, logo a partir da oitava semana de gestação.

 

O que é um teste de paternidade de DNA?

O ácido desoxirribonucleico, ou DNA, é o material genético que uma pessoa herda da sua mãe e do seu pai. Já a paternidade refere-se à paternidade em termos sociais. Um teste de paternidade de DNA usa o DNA, geralmente obtido por uma zaragatoa - cotonete, para determinar se um homem é o pai biológico da criança.

 

Que precisão tem um teste de paternidade de DNA?

Os testes de paternidade de DNA são extremamente precisos. Um teste pode mostrar com 99,999% de precisão se um homem não é o pai biológico de uma pessoa. Quantos mais marcadores genéticos tem o teste, maior a precisão do exame de DNA.

 

Porque é que se fazem testes de paternidade de DNA?

Estabelecer a paternidade pode ser importante por vários motivos. Pode ajudar:

  • Obter direitos legais como a pensão alimentar, custódia dos filhos, benefícios na segurança social e heranças.
  • Identificação de ligações com condições genéticas que podem afetar sua saúde a longo prazo.
  • Obtenção de cidadania num determinado país.

 

TIPOS DE TESTES

 

Quais são os tipos de testes de paternidade de DNA?

Se está à procura de provar ou contestar a paternidade por motivos legais, o teste deve ser realizado num ambiente médico (um teste de paternidade de DNA legal). Caso contrário, pode usar um kit de colheita de DNA em casa de teste de paternidade de DNA solicitado online gratuitamente. Em Portugal estes kits para colheita de DNA não são vendidos em farmácias.

 

Solicitar kit para colheita de ADN em casa

 

Como é feito o teste de paternidade de DNA?

Existem duas maneiras igualmente precisas de testar a paternidade:

 

Exames de sangue: o pai e o filho em teste fornecem amostras de sangue num consultório médico. O ponto de colheita de ADN, depois envia as amostras para um laboratório para análise.

Esfreganço com zaragatoas bucais: o pai e a criança esfregam o interior das bochechas com zaragatoas - cotonetes, colhendo de células bucais. Após a colheita são enviadas as zaragatoas para um laboratório. Se a colheita for realizada num ambiente médico, o consultório enviará as amostras para o laboratório, caso contrário, existirá um envelope pré-pago dentro do kit para enviar as amostras para o laboratório que deve ser feito pelo próprio.

 

Como é que a paternidade é confirmada?

O laboratório executa uma série de testes chamados sequenciamento de DNA. Estes testes procuram combinações genéticas entre o pai e o filho(a) que se encontram em teste. Uma correspondência em todos os marcadores genéticos confirma a paternidade.

 

Um teste pode determinar a paternidade durante a gravidez?

Sim. Existem três maneiras diferentes de testar a paternidade antes do nascimento de um bebé. Os testes são tão precisos quanto aqueles realizados após o nascimento de uma criança.

 

Os três métodos são:

 

1. Teste de paternidade pré-natal não invasivo (NIPP): Este teste analisa o DNA fetal encontrado no sangue de uma mulher grávida durante o primeiro trimestre. Um especialista de laboratório compara as informações do DNA fetal com o DNA da amostra de células da bochecha do pai em teste, os resultados confirmam com 100% a exclusão e com uma probabilidade superior a 99,9% a inclusão. Este teste pode ser realizado a partir da oitava semana de gestação. Veja mais informações aqui >>

2. Amostra de vilosidade coriônica (CVS): um profissional de saúde faz a colheita de uma pequena amostra de tecido da placenta. Este procedimento ocorre através do colo do útero ou abdômen da mãe. Um laboratório compara o DNA da amostra com o DNA da mãe e do pai em teste. A CVS normalmente ocorre entre 10 e a 13 semana após o último período menstrual de uma mulher. O procedimento apresenta um pequeno risco de aborto espontâneo e perda da gravidez.

3. Amniocentese: durante a amniocentese um profissional de saúde extrai uma pequena quantidade de líquido amniótico. O teste usa uma agulha inserida no abdômen da mãe. Um laboratório compara a amostra do fluido com o DNA da mãe e do pai. A amniocentese é realizada entre a 15ª e a 20ª semanas de gravidez. O teste aumenta ligeiramente o risco de aborto espontâneo.

 

Pode usar um teste de ancestralidade de DNA para provar a paternidade?

Um Teste de DNA ancestral pode identificar possíveis correspondências de DNA, mas apenas um teste de paternidade de DNA pode provar uma correspondência de DNA entre pai e filho com um resultado conclusivo e sem dúvidas.

 

Quanto custa o teste de paternidade de DNA?

Um teste de paternidade de DNA custa 250€ (preços 2021* na Código ADN, consulte tabela de preços) (incluindo o envio do kit de ADN gratuito). Se precisar de um teste legal o valor é de 525€*. Os seguros de saúde não cobrem estes custos.

 

RESULTADOS E ACOMPANHAMENTO

 

Quando tempo demora a obter os resultados do teste?

Os tempos de resposta dos resultados variam de laboratório para laboratório. Os resultados podem estar disponíveis em cinco a sete dias. Ao contrário de várias empresas, os resultados na Código ADN são enviados em formato digital e-mail e papel se o cliente o solicitar. Desta forma garantimos um acesso mais rápido e seguro aos nossos clientes.

Os resultados de testes de paternidade pré-natal, como CVS e amniocentese podem levar várias semanas, o teste durante a gravidez não invasivo demora entre sete a dez dias úteis.

 

Conclusão:

Quando a paternidade de uma criança está em questão, um teste de paternidade de DNA pode fornecer as respostas às suas dúvidas. O seu médico pode ajudá-lo a obter melhores informação sobre estes testes. Quer decida fazer um teste em casa ou num consultório médico, certifique-se de que o laboratório seja acreditado ISO 17025.

As instalações de teste de relacionamento (DNA) acreditadas pela ISO 17025 atendem a padrões rígidos relativamente aos procedimentos e precisão dos exames de DNA.

Se ainda tem dúvidas sobre estes exames, não hesite e entre em contacto com o apoio ao cliente, pelo 220 417 190 ou 210 449 685

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
Publicado em por

8 Respostas Rápidas sobre os Testes de Paternidade

Ler contributo inteiro: 8 Respostas Rápidas sobre os Testes de Paternidade

 

1. Como são realizados os exames?


Os exames de paternidade são feitos através da colheita de células da boca de todas as pessoas necessárias e disponíveis para se fazer o exame. 

 

2. Onde podem ser realizados os testes de paternidade?


Os testes de paternidade em Portugal, podem ser realizados em qualquer clínica médica ou através do kit de colheita de ADN.

 

 

3. Quem pode pedir o exame de paternidade?


O exame pode ser pedido, a nível particular por diversos intervenientes:

  • pela mãe,
  • pelo pai legalmente reconhecido,
  • pelo alegado pai,
  • pelo filho, se for maior de idade,
  • pelo representante legal de uma criança menor ou,
  • pelo tribunal – ministério publico.

 

3.1 Como o pode pedir a título particular?


O pedido de exame de paternidade é realizado pelo apoio ao cliente da Código ADN pelo 220 417 190 ou 210 449 685, em alternativa, pode utilizar o email: info@codigoadn.pt

 

3.2 O exame de paternidade, que envolve um menor, pode ser pedido pelos pais?


O exame de paternidade quando envolve um menor pode ser pedido por quem exerce o poder paternal, ou seja, por quem legalmente pode decidir pelos interesses, segurança e sustento do menor.

 

3.3 O exame de paternidade de uma pessoa maior de idade pode ser pedido pelo próprio?


O exame de paternidade quando envolve apenas pessoas maiores de  idade pode ser pedido pelo próprio e pelas pessoas com quem se saiba ou se suponha que este tenha uma relação familiar biológica.

 

4. Onde e como é feita a colheita de ADN?


A colheita de ADN é realizada nos pontos de colheita de ADN, num dia e hora acordado com todos os intervenientes.

Também pode optar por realizar a colheita de ADN de forma mais reservada e confidencial através de um kit de colheita de ADN.

 

5. Quanto custa?


O exame de paternidade tem ajustes de preços anualmente, pelo que deve fazer a consulta dos preços em vigor, consulte a tabela de preços dos testes de paternidade.


6. Quanto tempo demoram os resultados?


Dependendo se o exame de paternidade é realizado durante a gravidez ou não, o tempo de entrega de resultados é entre 5 a 10 dias úteis.

 

7. O exame de paternidade realizado em casa é 100% confiável?


Sim. Inclusive pode optar por usar o seu exame em tribunal para averiguação de paternidade. Informe-se no apoio ao cliente.

 

8. O que devo ter em atenção antes de escolher o laboratório para executar o exame de paternidade?

 

  • Competência de quem o atende,
  • Número de marcadores genéticos utilizados no exame,
  • Certificações,
  • Custos escondidos,
  • Preço do exame,
  • Tempo até obter os resultados.

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
Publicado em por

Mensagem da CódigoADN: Covid-19

Ler contributo inteiro: Mensagem da CódigoADN: Covid-19

Caros Clientes e Parceiros,

São várias as notícias sobre o COVID-19 e sua disseminação em todo o mundo, a saúde e a segurança dos nossos clientes, parceiros e funcionários são as nossas principais prioridades.

Entendemos o papel crítico que os nossos testes fornecem aos nossos clientes, e agora neste momento crítico será ainda mais importante do que nunca para muitos de vós. Durante este período crítico, entre em contato com a nossa linha de apoio ao cliente de forma a podermos ajudá-lo para que tenha a melhor experiência possível com os nossos serviços. Trabalharemos consigo para que todo o processo seja fácil para si, nesta altura de maiores constrangimentos.
Não temos dúvidas que deve ter recebido muitas comunicações como esta. Mesmo assim, queríamos partilhar alguns pontos do nosso plano para poder dar continuidade dos nossos serviços aos nossos clientes e parceiros.

Apoiamos os nossos clientes e continuamos com serviços ininterruptos em laboratório.

Como uma empresa de testes de ADN há muito estabelecida, temos a vantagem inerente de ter ferramentas e processos para continuar as nossas operações ininterruptamente. Atualmente, a CódigoADN e seus parceiros estão totalmente operacionais, continuaremos a fazê-lo enquanto pudermos.

Estamos preparados.

Como sempre, a CódigoADAN disponibiliza testes todos os dias, com datas muito apertadas, de segunda a sexta-feira, para todos os clientes em todo o mundo. A nossa equipe de suporte está à disposição para responder às suas perguntas ou quaisquer preocupações durante o horário de atendimento.

Como mantemos os funcionários da CódigoADN seguros

Felizmente, a equipe do CódigoADN está saudável e focada em mitigar quaisquer interrupções durante este período. A nossa equipe de liderança executou um plano de resposta a emergências com diretrizes para trabalhar de forma remota – sempre que possível – e tomou medidas para espalhar a equipe que não é capaz de trabalhar remotamente em todas as instalações para apoiar o distanciamento social e tirar o máximo proveito das nossas grandes instalações de última geração.

Implementamos estações de autoavaliação e instalamos estações adicionais de desinfeção em todo o edifício, enquanto implementamos procedimentos de limpeza adicionais várias vezes ao dia.

Os pontos de Colheita de ADN foram encerrados, de forma a mitigar o contacto com os nossos profissionais de saúde, mas o seu teste ainda pode ser realizado através do kit de colheita de ADN, basta solicitar o seu kit de ADN aqui.

Como recomendado pelo governo, suspendemos todas as viagens não essenciais da empresa, cancelamos eventos corporativos.

 

Nós estamos aqui para ajudar

Reconhecemos que os eventos atuais afetam todas as cidades e países. Estamos a fazer todos os possíveis para garantir a nossa segurança e continuidade e esperamos o mesmo para todos vós. Estamos aqui para ajudar. Além disso, saiba que pode entrar em contato connosco pelo email info@codigoadn.pt.

Enquanto durar esta pandemia, e o mais importante, por favor, cuide dos seus entes queridos.

 

Ler contributo inteiro
Publicado em por

A maioria dos Americanos questiona a verdade do seu nascimento

Ler contributo inteiro: A maioria dos Americanos questiona a verdade do seu nascimento

 

Mais da metade das pessoas que responderam a um inquérito duvida dos laços biológicos da sua própria família. Alguns esperam décadas para procurar as respostas, enquanto outros ainda estão à espera.

 

56% dos americanos consideraram ou já fizeram um teste de ADN porque têm dúvidas se sabem a verdade sobre o seu relacionamento biológico com a sua família imediata, revelou um novo estudo da Health Street. Ainda mais chocante é o período de tempo que a maioria das pessoas espera para esclarecer as suas dúvidas. Dos que já haviam realizado um teste de ADN - 83% afirmaram que esperaram mais de um ano para começarem a questionar os seus familiares. Daqueles que ainda precisam enfrentar as suas dúvidas, 64% estão a pensar na decisão há mais de um ano, com 13% a aguardar mais de uma década.

 

Testes de ADN adiados por décadas

Esta empresa dos E.U.A., conduziu a pesquisa com o objetivo de verificar se um dado indivíduo aleatório teria questões sobre suas ligações de ADN, quais eram as origens dessas dúvidas e - numa sociedade com acesso cada vez mais fácil aos testes de ADN - o que os impedia de esclarecer as suas dúvidas.

 

Entrevistou-se 870 pessoas em dois estados, Texas e Nova York. O estudo foi realizado por meio de pesquisas on-line anónimas para garantir que os entrevistados não tivessem motivação para relatar experiências imprecisas.

 

Embora os tipos de conexões questionadas e as razões para ter dúvidas variem de acordo com a região, a prevalência de perguntas de ADN e a hesitação em obter respostas foram bastante consistentes.

 

As perguntas mais comuns

Sem surpresa, a Ligação mais questionada foi a da paternidade, com 47,6% dos nova-iorquinos e 51,3% dos texanos afirmando que não tinham certeza de quem era o pai ou se o pai que conheciam era biologicamente relacionado com eles. "Criança" foi a segunda ligação mais questionada das duas regiões, com 16,2% dos votos em Nova York e 14,1% no Texas.

 

As perguntas sobre a ligação com outros membros da família variaram em popularidade por região. Enquanto 13,9% dos nova-iorquinos têm perguntas sobre sua mãe, apenas 8,7% dos texanos sentem o mesmo. Em contraste, 8,6% dos nova-iorquinos tinham perguntas sobre um irmão, em comparação com 14% dos texanos.

 

As razões para querer obter mais respostas sobre o pai foram semelhantes nas regiões pesquisadas, com uma exceção notável: embora fosse mais comum os nova-iorquinos afirmarem que suas perguntas surgiram por nunca conhecerem o pai (23,8%), a maioria dos texanos estava realmente desconfiada porque cresceram com uma figura paterna mas mesmo assim não tinham a certeza de que a pessoa que conheciam era mesmo o seu pai biológico (30,6%).

 

Esta dinâmica foi exemplificada nas respostas a "Conhece a pessoa que gostaria de colocar a participar num teste de ADN, para obtenção de correspondência de ADN?", Com apenas 45,7% dos nova-iorquinos respondendo afirmativamente, em oposição a 62% dos texanos.

 

Razões para adiar o teste de ADN

O estudo desta empresa, revelou que 47% das pessoas que realizaram testes de ADN viveram com a dúvida por mais de 10 anos, em alguns casos aguardaram mais de 40 anos. As respostas escritas mostraram que muitas pessoas NÃO queriam realizar o teste de ADN por causa do medo do que o teste de ADN poderá revelar. Também porque não querem mostrar a sua desconfiança ao parceiro ou aos pais. Uma terceira razão é ter medo das respostas que os possam forçar a fazer uma mudança drástica na vida, como deixar o seu parceiro e um(a) possivel filho(a).

 

Dos que nunca fizeram um teste de ADN, mas estavam a considerar realizar um, apenas 44% estava a considerar à um ano ou menos, com a maioria dos entrevistados estar a pensar à mais de 1 ano se deveriam avançar ou não. De facto, em todas as regiões, mais de 12% dos entrevistados disseram esperar mais de uma década para decidir se realizariam os testes. Assim como no grupo anterior, o medo de resultados e os relacionamentos que eles poderiam arruinar eram fundamentais entre os motivos da espera.

 

Apesar da preponderância dos medos, os resultados da pesquisa daqueles que optaram pelo teste de ADN mostraram-se extremamente positivos. Questionados sobre o quão grato, em uma escala de 1 a 10, se sentiram na obtenção das respostas para perguntas sobre suas conexões familiares, 30% responderam com um número 10 na escala de agradecimento. De fato, apenas 5% do total de votos caiu para um número abaixo de 5. No geral, os níveis médios de satisfação chegaram a 7,4.

 

A importância de testes de ADN precisos

Entre os participantes de Nova York, 41% dos participantes que realizaram testes de ADN sentiram-se confiantes de que teriam uma conexão familiar com a outra pessoa que está a ser testada/ participar no exame. No entanto, 60% ficaram surpresos com os resultados do teste. No Texas, 44% dos participantes disseram estar confiantes de que os resultados seriam compatíveis, mas 40% ficaram surpresos com os resultados. Viver na dúvida e na incerteza tem os seus efeitos negativos.

 

Atrasar o teste de ADN pode ter repercussões emocionais e, em alguns casos, até legais. Quando a questão da conexão familiar está a pairar sobre sua cabeça, as dúvidas não vão desaparecer. Abordar a dúvida com um teste de ADN, mais cedo ou mais tarde, pode ajudar a resolver inquietações e confusões emocionais e, como mostram os resultados da pesquisa, levar a índices significativos de satisfação, apesar da trepidação inicial.

 

A ampla gama de testes de ADN que a CódigoADN disponibliza pode ser realizada nas nossas instalações parceiras ou no conforto de sua própria casa, com a ajuda de um kit de colheita de ADN da CódigoADN. Os nossos preços mantêm o seu orçamento sempre em mente, fornecendo informações precisas sobre as ligações biológicas que questiona. Dispomos de testes de paternidade, testes de ADN avós, testes de ADN irmãos, testes de ADN pré-natal seguros e muito mais.

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
Publicado em por

Qual é a precisão de um teste de paternidade de ADN feito em casa?

Ler contributo inteiro: Qual é a precisão de um teste de paternidade de ADN feito em casa?

 

 

O teste de paternidade de ADN é a maneira mais precisa de descobrir quem é o pai! O poder do teste de ADN para identificação humana é indiscutível - é o método de ouro e existe há mais de 25 anos.

No entanto, a maioria das pessoas ainda não entende exatamente como o ADN é usado ao comparar duas pessoas relacionadas, como pai e filho. E existem muitos fatores que influenciam a precisão de um teste de paternidade de ADN, encontre as respostas abaixo neste artigo.

 

Teste de ADN – Comparação de perfis de ADN.

A ciência do teste de paternidade é comparar uma amostra de ADN com outra para ver o quanto em comum há entre duas. Se não houver nada em comum ( ou seja, falha em mais de 3 marcadores genéticos) , é seguro dizer que as amostras e, portanto, as pessoas que estão em teste não estão relacionadas. Se as amostras de ADN têm características em comum, cabe ao cientista determinar se as pessoas estão relacionadas. No caso de pai e filho, o objetivo final é descobrir se em todos os marcadores genéticos houve a herança de um alelo do pai, ocorrido esta herança o teste é positivo, logo as pessoas são relacionadas diretamente.

 

Experiência, Tecnologia e Geneticistas.

Cada laboratório de teste de ADN é uma combinação de equipamentos e técnicos de laboratório. Máquinas e pessoas. A melhor garantia de fiabilidade é ter a certeza que os seus testes utilizam a mais recente tecnologia que pode fornecer uma análise mais precisa e a uma equipe científica especialista no seu trabalho. Para confiar nos resultados do teste de ADN, é fundamental que esteja confiante no laboratório que está a realizar o seu teste. A experiência do laboratório é crítica, e a equipe que se dedica em exclusividade a esta área no laboratório é importante. Claro que não menos importante são as várias certificações e acreditações de outras organizações que frequentemente inspecionam a qualidade dos serviços. Isto garante uniformização dos serviços, procedimentos e políticas de qualidade, garantindo assim 100% de fiabilidade num teste de ADN.

 

Automação, Robótica e Precisão.

Quando mais ADN se analisa em cada teste, cada vez se os testes de ADN são mais complexos. Logo a automação (robótica) é fundamental. Em vez de se manipular cada amostra de ADN muitas vezes, a automação permite uma manipulação mínima, o que significa que há menos motivos para erro. Além disso, os laboratórios parceiros da CódigoADN foram dos primeiros a repetir todos os testes duas vezes, para garantir 100% de precisão. Cada amostra de ADN é dividida e percorre caminhos separados, incluindo técnicos geneticistas diferentes, e depois comparados no final para garantir que os mesmos resultados sejam encontrados em todos os testes. Embora não seja um passo que para o requerente do exame de ADN seja visível, esta é uma grande parte para garantir que um teste de paternidade de ADN seja preciso.

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
Publicado em por

5 perguntas sobre o que é e a fiabilidade do Teste de ADN/ Paternidade

Ler contributo inteiro: 5 perguntas sobre o que é e a fiabilidade do Teste de ADN/ Paternidade

O teste de ADN pode abrir várias portas para aprender mais sobre si a sua família e sua saúde. Com todos os benefícios relacionados aos serviços de teste de ADN, há muitas razões para participar neste novo e fascinante mundo de descoberta. Claro que existem exames mais sérios, no sentido, de não ser algo lúdico ou para o conhecimento do próprio.

Um dos serviços mais requisitados à CódigoADN é o teste de paternidade. Estes testes ajudam a responder às suas perguntas e trazem clareza à sua situação. Mas as principais questões levantadas são: posso confiar? e os testes de paternidade são sempre precisos?

 

O que é teste de paternidade?

O teste de paternidade é usado para ajudar a determinar se o homem que está a ser testado é o pai biológico de uma criança. Estes testes extraem o ADN de cada indivíduo e procuram semelhanças nas cadeias de ADN para determinar um relacionamento. O ADN é único para o indivíduo, mesmo entre pai e filho. No entanto, uma criança que partilha metade de seu ADN com cada um dos pais, é possível ver as muitas semelhanças entre os dois indivíduos que participam num teste de paternidade (considerando que o teste de paternidade é positivo).

 

→ TESTE DE PATERNIDADE INFORMATIVO (24 MARCADORES GENÉTICOS)

→ TESTE DE PATERNIDADE PREMIUM (33 MARCADORES GENÉTICOS)

 

Como funciona o processo do teste?

O processo de teste de paternidade começa com um simples zaragatoa «cotonete» bucal nas bochechas. Através da CódigoADN, pode comprar um kit de teste de paternidade que conterá todo o material necessário para a colheita de ADN. Ao passar o cotonete pela parte interna da bochecha efetuará a colheita de ADN, em seguida deverá colocá-lo em invólucro próprio, fornecido no Kit de colheita de ADN e terá que identificar as pessoas em teste. Este ADN é então extraído, analisado e comprado com o ADN do outro participante para determinar a probabilidade de um relacionamento biológico.

 

Pode existir um falso positivo?

Embora os testes de paternidade sejam tipicamente precisos, ainda existem fatores que podem contribuir para um teste de paternidade falso-positivo. A confiabilidade desses testes pode ser distorcida quando existe uma relação muito próxima entre os alegados pais em teste. Por exemplo se os possíveis pais da criança são gémeos ou se os possíveis pais são irmãos, mas a mãe não participa no exame. Neste caso pode de facto haver um falso positivo, por isso é que deve sempre alertar o laboratório para esta situação. E até talvez submeter um pedigree de um teste de ADN .

 

Devo fazer vários testes?

Não existe resposta certa para esta pergunta. Fazer outro teste de paternidade nem sempre é necessário. Os resultados são bastante precisos e podem determinar a probabilidade de um emparelhamento biológico a partir das amostras iniciais de ADN. No entanto, se obtiver resultados chocantes ou desejar uma melhor tranquilidade com o resultado do primeiro teste, outro teste de paternidade pode ser o que precisa. Sob determinadas condições o nosso laboratório oferece uma contra-análise realizada em laboratório diferente internacional, sem qualquer custo para o nosso cliente.

 

Quais os serviços de relação complexa disponibilizados pela CódigoADN?

Quando procura um serviço confiável de um teste de paternidade em qual pode confiar? A CódigoADN oferece serviços de teste de paternidade usando o processo de identificação humana. Este processo é usado para garantir a precisão, determinando várias possibilidades de relacionamento. Normalmente este serviço é utilizado quando não se tema certeza da filiação dentro da mesma família. Por exemplo, se mãe é a mãe registada ou a tia. Para isso analisamos todos os ADN disponíveis, dentro desta relação biológica complexa.

 

TESTES DE ADN COM FAMILIARES - RELAÇÕES COMPLEXAS

.

→ TESTE DE ADN COM AVÓS

→ TESTE DE ADN COM TIOS

→ TESTE DE ADN COM PRIMOS EM 1º GRAU

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
Publicado em por

7 Vantagens na Realização de um Teste de Paternidade

Ler contributo inteiro: 7 Vantagens na Realização de um Teste de Paternidade

 

Os testes de Paternidade estão presentes em novelas, séries, programas de televisão. Normalmente são associados a todos os problemas das famílias. A vida real é muito menos dramática.

 

Os testes de paternidade fornecem respostas e documentação importantes para famílias de todas as origens, áreas geográficas e níveis económicos. Têm benefícios emocionais e práticos, independentemente se o individuo que está a testar é uma criança ou  uma pessoa maior de idade.

Se está a considerar fazer um teste de paternidade, aqui estão 7 vantagens porque o deve fazer.

 

BENEFÍCIOS EM OBTER UM TESTE DE ADN DE PATERNIDADE

 

1. ESTABELECER RESPONSABILIDADE

São necessárias duas pessoas para criar uma criança; portanto, duas pessoas precisam ser igualmente responsáveis ​​pelo bem-estar dessa criança. Obviamente, criar um filho não é uma tarefa fácil.

Ninguém quer criar um filho sozinho ou assumir a responsabilidade pelo filho de outra pessoa. Um teste de paternidade esclarecerá a situação e indicará definitivamente quem precisa de assumir a responsabilidade pela criança.

Isto beneficia a sua família, a sua vida privada e também o tribunal de família. Se precisa de uma decisão de pensão alimentar agora ou no futuro, o tribunal poderá exigir um teste de paternidade. Mesmo se não o fizer, os resultados do teste permitirão que ambos os pais saibam que estão assumindo a responsabilidade apropriada.

 

2. CALE AS SUAS DÚVIDAS DE UMA VEZ POR TODAS

Quando há uma pergunta sobre a paternidade de uma criança, esta pode colocar uma pressão severa na dinâmica da família. Isto é especialmente verdade se a mãe e o pai estão num relacionamento.

As questões de paternidade e os problemas de confiança relacionados que vêm com esta dúvida tendem a aparecer numa situação após a outra. Todas vezes que olha para seu filho, está a analisar os seus comportamentos e características físicas para ver se se assemelham a si ou ao seu parceiro(a).

Um teste de ADN pode esclarecer de uma vez por todas estas duvidas e responder à pergunta que paira sobre sua família como uma nuvem de chuva.

 

3. TENHA A CERTIDÃO DE NASCIMENTO COMPLETA

Quando tem um filho, pode optar por incluir o pai na certidão de nascimento. Muitas famílias não incluem o pai se não tiverem a certeza da paternidade, porque é difícil remover esse nome posteriormente.

Idealmente, porém, a maioria dos pais prefere ter o nome de ambos na certidão de nascimento dos seus filhos. Um teste de paternidade feito logo após o nascimento garante que todos os seus registos sejam consistentes e claros ao longo da vida.

Um teste de ADN pré-natal pode confirmar a paternidade de um pai, para que possa ter a certeza na certidão de nascimento. Se seu filho já nasceu, lembre-se de que também pode fazer um teste de paternidade e adicionar o nome do pai à certidão de nascimento mais tarde.

 

4. TER DOCUMENTAÇÃO PARA OS ADVOGADOS

Uma batalha em tribunal pela custódia da criança nunca é uma experiência divertida. Embora a maioria dos acordos de custódia seja estabelecida entre os pais em comum acordo, esta pode passar para outro nível, se os pais não se entenderem!

Às vezes, os tribunais exigem um teste de paternidade porque conceder a custódia a um homem de uma criança é algo muito importante. Afinal, eles não gostariam de dar a custódia a alguém que não é o verdadeiro pai da criança.

Um teste de ADN fornecerá a documentação necessária para prosseguir com o seu processo judicial.

 

5. DOCUMENTAÇÃO DE CIDADANIA

A paternidade de uma criança não determina apenas sua composição genética e quem é responsável por ela. Também afeta o país ou países em que são cidadãos.

Em Portugal, uma criança é cidadã se nascer de um cidadão português ou se tiver nascido em Portugal. No entanto, os requisitos de cidadania de cada país são diferentes.

Um teste de paternidade pode fornecer a documentação necessária para verificar a cidadania de seu filho. Isto é especialmente verdade se o nome do pai, não estiver na certidão de nascimento do seu filho ou se estiver mal escrito na certidão de nascimento.

 

6. UM SENTIDO DE IDENTIDADE PARA O SEU FILHO

A maioria dos propósitos acima são razões práticas pelas quais pode querer um teste de paternidade para o seu filho. Por mais válido que tudo isso seja, não podemos subestimar o impacto emocional destes resultados.

Quando uma criança é jovem, a sua visão do mundo é limitada. Os seus pais são os seus principais recursos para entender a si mesmos e ao mundo ao seu redor.

Não importa a idade de uma criança pequena, o conhecimento de sua paternidade dá-lhe um senso de identidade mais sólido. Podem reconhecer onde herdaram certos comportamentos ou parecenças físicas e sentir-se mais confiante nos seus relacionamentos com os pais.

 

7. OBTER RESPOSTAS UMA VEZ POR TODAS

Se não tem certeza do impacto que a paternidade de uma pessoa tem na sua vida, pergunte a alguém que não sabe quem é seu pai. Mais importante, pode afetar a visão do mundo de uma criança para toda a vida.

Por maiores que sejam as consequências, um teste de ADN paterno é uma solução notavelmente simples. O teste é rápido, indolor e barato o suficiente para ser acessível a qualquer pessoa.

Se deseja colher todos os benefícios acima e criar um futuro mais estável para sua família, pode dar esse passo.

 

VEJA AQUI MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O TESTE DE PATERNIDADE >>

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

 

Ler contributo inteiro
Publicado em por

Teste de Paternidade ADN Pré-Natal Durante a Gravidez - CódigoADN

Ler contributo inteiro: Teste de Paternidade ADN Pré-Natal Durante a Gravidez - CódigoADN

 

Está grávida e comprometida com o bem-estar do seu bebé; o seu objetivo é dar uma vida feliz ao seu filho(a). Acima de tudo um relacionamento saudável com ambos os pais. Contudo durante o início desta caminhada, acaba por estar num dilema, não tem a certeza sobre a paternidade do seu filho; ou, apesar de ter a certeza o pai tem dúvidas quanto à paternidade.

Mas de uma coisa ambos têm a certeza, o bem-estar do bebé é muito importante e não podem esperar até que o bebé nasça para ter a certeza de quem é o pai biológico.

A solução é o teste de paternidade pré-natal (teste de paternidade durante a gravidez);

 

Após esta difícil decisão de avançar com o exame de ADN, várias questões sobre os exames são levantadas:

- É seguro e preciso?

- Quais são os benefícios de saber a paternidade antes e não depois da gravidez?

 

No artigo de hoje, responderemos objetivamente às duas questões colocadas acima, assim como questões relevantes sobre o teste de paternidade durante a gravidez.

Continue a ler para saber como funciona, porque é que os testes de paternidade pré-natal não invasivos são a escolha certa? Em vez de um teste de paternidade invasivo?

 

O QUE É UM TESTE DE PATERNIDADE PRÉ-NATAL?

 

Um teste de paternidade pré-natal é exatamente o que o nome diz: É um exame para provar ou refutar a paternidade antes que a criança nasça.

A amostra de sangue da mãe serve como base para determinar a paternidade, pois o ADN do bebé está contido na corrente sanguínea da mãe.

O ADN das células do bebé encontra-se em livre circulação na corrente sanguínea da mãe, geralmente a partir da 8ª semana de gestação, o teste pode ser realizado. Neste estágio, o ADN do bebé pode ser facilmente separado do da mãe.

Uma vez que a amostra de ADN é retirada da mãe e do pai, o ADN da criança é comparado com o do suposto pai.

Os resultados de um teste de paternidade pré-natal são 100% precisos, assim como num teste de paternidade tradicional.

 

PORQUE ESCOLHER FAZER O TESTE DE PATERNIDADE PRÉ-NATAL?

 

Deve optar pela realização de um teste de paternidade durante a gravidez e não esperar que o bebé nasça; Não se trata apenas de paz de espírito. Acima de tudo consegue assegurar a paternidade o mais cedo possível e as responsabilidades parentais são divididas. Também na altura do registo todo o processo será mais célere e sem sobressaltos.

 

Apesar de o valor inicial do teste de paternidade pré-natal, feitas as contas e quando comparado com um teste de paternidade pós-natal, apesar de este primeiro ser mais caro, não convém esquecer, que partir de uma certeza “resultado” existe uma responsabilização dos pais, pelo que no longo prazo, será mais vantajoso e o dinheiro será recuperado.

Se deixar o caso ir para a justiça, os custos finais de todo o processo e a falta de apoio do pai durantes os primeiros anos de vida serão muito superiores ao custo do teste de paternidade durante a gravidez.

Outra grande vantagem do teste de ADN pré-natal não invasivo é que não tem qualquer tipo de risco. Ao contrário de um exame invasivo que pode entre outros riscos causar um aborto ou sangramento vaginal e caibras, com este teste está totalmente segura.

Os procedimentos do teste pré-natal não invasivo requer apenas uma amostra de sangue da mãe e quatro zaragatoas da boca do pai. Os testes pré-natais são 100% isentos de risco.

 

E, claro, sabemos que deseja obter os resultados de paternidade o mais rápido possível!

 

A boa notícia é que o teste de paternidade pré-natal pode ser feito a partir da 8ª semana de gestação. Isto dá à mãe e ao pai muito tempo para planear a sua vida futura (quer seja em conjunto ou não). Os resultados estão concluídos em apenas duas semanas. No entanto, existe a modalidade de urgência que que podemos apenas demorar 1 única semana*.

O teste de paternidade pré-natal pode ser ainda ser utilizado para outro fim como saber o género do bebé. Se optar por saber qual o género do bebé, podemos incluir nos resultados do teste de paternidade.

 

OS BENEFÍCIOS PSICOLÓGICOS DOS TESTES DE PATERNIDADE DURANTE A GRAVIDEZ

 

Agora que conhece os fundamentos de como o teste de paternidade pré-natal funciona, vamos focar-nos nos benefícios emocionais que oferecem.

Mesmo que esteja a viver com algum stress e com bastante ansiedade, seja por parte do pai ou da mãe, o mais importante é obter ferramentas para se manterem calmos. Isto é muito importante, não só por parte dos Pais, mas também pelo vosso filho que não tarda estará perto de vós.

Mas acima de tudo, esta recomendação é especialmente importante para as mães, pois a ansiedade excessiva durante a gravidez pode prejudicar o desenvolvimento do cérebro da criança dentro das primeiras 17 semanas de gestação.

Além disso, uma vez que tenha a certeza sobre os resultados da paternidade, o pai da criança vai sentir-se muito mais confortável, com o passar do tempo, e com esta nova vida que o espera – assumir as responsabilidades parentais de uma criança. Acima de tudo compreender quais os direitos da criança.

 

A responsabilidade e a vontade em se envolver no nascimento do seu filho acabará por aparecer, seja com, a decoração do quarto, pesquisar qual a melhor educação, acompanhamento a consultas ou ajudar a mãe em pequenas tarefas rotineiras que se tornam difíceis com o avançar da gravidez.

Assim que o bebé nascer, um pai sem dúvidas e esclarecido terá muito mais tempo para criar uma ligação emocional com a criança, pois as dúvidas já foram dissipadas e o envolvimento na altura do nascimento da criança é muito maior.

É importante lembrar que a finalidade dos resultados de paternidade não é apenas benéfica para a mãe e o pai. No futuro, ajudará o seu filho(a) a se sentir mais seguro(a). Ele(a) saberá quem é seu pai, terá uma melhor compreensão de sua origem cultural e beneficiará de ter ambos os pais na sua vida - estejam ou não os seus pais ainda num relacionamento.

 

PORQUE PODE PRECISAR DE TESTE DE ADN PRÉ-NATAL

 

Existem inúmeras razões pelas quais pode precisar fazer um teste de paternidade ADN durante a gravidez.

Acima de tudo ajuda-a no início da gravidez, com a pensão alimentar ou com outra questão legal como a partilha das responsabilidades parentais.

Como é óbvio também é válido para as partes em que o resultado é negativo, pois fica provado que o suposto pai não tem qualquer vínculo biológico com a criança.

 

SUPORTE DA CRIANÇA E O TESTE DE PATERNIDADE PRÉ-NATAL

 

Em primeiro lugar, ter uma prova de paternidade pode ajudá-lo a fornecer aos tribunais provas legais para obter pagamentos de pensão alimentar. Se suspeita que não é o pai da criança, o resultado deste teste também pode ajudá-lo a evitar pagamentos de pensão alimentar para uma criança que não é sua.

Precisa de entender que, ao colher amostras de ADN de um alegado pai sem o conhecimento ou consentimento do mesmo não é permitido por lei. Pelo que não o deve fazer. Se por algum motivo o fizer e se o exame de ADN pré-natal for apresentado em tribunal, poderá responder criminalmente sobre o seu ato.

Deve sempre ter o consentimento do pai, a fim de poder utilizar os resultados de paternidade num tribunal. (Sempre que pretenda utilizar o seu exame em instâncias jurídicas por favor, solicite um exame pré-natal com valor jurídico);

Depois de assinar o formulário da Cadeia de Custódia, os resultados do teste de paternidade pré-natal podem ser usados ​​como prova em tribunais internacionais (E.U.A., Canadá e Reino Unido) por qualquer das partes.

Se optar pela realização do teste antes do nascimento da criança, ambos os pais pouparão uma quantidade significativa de stress e ansiedade garantindo que as responsabilidades parentais e financeiras são devidamente divididas.

 

UM HISTÓRIAL MÉDICO PRECISO

 

Sabemos que quer fazer todos os possíveis para garantir que seu filho receba os cuidados médicos adequados e a máxima atenção - mesmo quando ainda está grávida.

Depois de estabelecer a paternidade, terá uma visão muito mais clara das possíveis complicações de saúde que o seu filho poderá enfrentar no futuro.

Um teste de paternidade pré-natal pode ajudar os médicos a entender os riscos congénitos do bebé, ajudar a decidir que tipo de teste genético poderá fazer com o seu filho, e até mesmo avançar em relação às condições médicas. Acima de tudo prevenir e acompanhar.

 

BENEFÍCIOS SOCIAIS E SEGURO

 

Além dos pagamentos por pensão alimentar, saber quem é o pai da criança o quanto antes também garante que eles receberão os benefícios sociais de que precisam.

A prova de paternidade também é necessária para aqueles que planeiam adicionar uma criança como beneficiária do seguro do pai.

 

ASSEGURANDO DIREITOS PARENTAIS FUTUROS

 

Conhecer os resultados de um teste de paternidade antes do nascimento também ajuda os pais a proteger seus direitos parentais após o nascimento do bebé.

Uma vez que é legalmente nomeado como pai de uma criança (no registo civil), tem direito a visitas, custódia total ou parcial e terá um papel financeiro e emocional em criar o seu filho.

Também terá bastante tempo para desenvolver um acordo de custódia conjunto com a mãe do seu filho se não estiverem num relacionamento. Isto pode tornar as coisas muito mais fáceis quando a criança nasce.

Elaborar um cronograma de visitas, criar uma lista das suas responsabilidades paternas, encontrar maneiras de resolver desentendimentos sem levar a questão à justiça no futuro.

Pode encontrar-se com um advogado para o ajudar a si e à mãe do seu filho a elaborar um acordo de custódia claro e justo.

 

SOBRE OS NOSSOS TESTES DE PATERNIDADE PRÉ-NATAIS

 

Vamos rapidamente clarificar como pode avançar com um teste de paternidade durante a gravidez.

Pode ligar para falar com um dos nossos especialistas a qualquer momento se tiver dúvidas sobre o processo de pedido. Normalmente, enviaremos seus resultados por e-mail para tornar o processo mais rápido (também enviamos por carta, se o solicitar). O nosso preço inclui todas as taxas. Não temos nenhuma taxa escondida. O preço online é o preço a liquidar. Aliás somos a única empresa com tabela de preços online. Transparência é o que nos distingue. Veja aqui a nossa história.

Finalmente, temos orgulho de sermos parceiros de laboratórios com Acreditação da AABB. Temos excelentes padrões e seguimos diretrizes rígidas para garantir que tenha o melhor serviço e resultados possíveis.

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
Publicado em por

Pode um teste de paternidade mostrar 100% na probabilidade de paternidade?

Ler contributo inteiro: Pode um teste de paternidade mostrar 100% na probabilidade de paternidade?

 

 

Muitas vezes perguntam-nos no nosso apoio ao cliente, após terem recebido os resultados do teste de paternidade: "Se eu fui considerado o pai biológico, por que os resultados do meu teste mostram 99,99% e não 100% de probabilidade de paternidade?"

Esta é uma excelente pergunta e pode ser respondida com factos científicos. Aqui está uma explicação, em termos «básicos», sobre por que a probabilidade de paternidade nunca pode ser 100%.

 

Vamos abordar esta temática por etapas: Não desista já! Continue a ler, seremos breves.

 

Como um bebé herda o ADN dos seus pais?

Durante o processo de fecundação, o ADN de dois indivíduos juntos - mãe e pai - produz aleatoriamente uma combinação única de marcadores genéticos em cada célula. Essa combinação de marcadores é única para a nova pessoa que é «criada».

O material genético de uma criança é herdado dos pais em partes iguais, daí o genoma da criança, quando apresentado num relatório de paternidade reflete o ADN de 50% que recebeu da sua mãe e 50% que recebeu do seu pai.

Para que o homem testado seja considerado o pai biológico da criança, deve haver uma correspondência em todos os marcadores genéticos, em cada um dos alelos testados, embora possa haver uma exceção, quando ocorre uma mutação genética.

Mas a questão acaba por se manter, se não houve nenhuma mutação genética e existe uma correspondência em todos os marcadores genéticos então a probabilidade de paternidade não deveria ser 100%? Não. E é aí que entra a ciência.

 

Porque a probabilidade de paternidade nunca pode ser 100%?

A comparação da sequência de ADN de uma criança com um dos pais pode identificar se uma delas é «originária» da outra. Isto não significa que podemos alcançar uma probabilidade de 100%.

Ao considerar a possibilidade de paternidade (ou seja, um teste de paternidade positivo), sequências específicas são confrontadas com dados étnicos e usados ​​para calcular uma probabilidade de paternidade. A análise necessária para o teste de paternidade é obtida a partir de estatísticas e a única maneira de um homem ser considerado o pai biológico com 100% de probabilidade é se todos os homens do mundo com a mesma origem étnica também foram testados. Claro, que isso é impossível!

 

Fundamentos do cálculo da probabilidade de paternidade

Índice de Paternidade: A probabilidade de correspondência entre o alegado pai e o filho em cada localização genética tem o seu próprio cálculo, denominado Índice de Paternidade (IP). A correspondência nesse local é determinada por vários fatores.

Índice de Paternidade Combinada: Geralmente, testamos um mínimo de 21 marcadores genéticos e, como mencionado, cada um tem seu próprio valor de índice de paternidade associado. O IP (índice de paternidade) é multiplicado para obter o chamado Índice de Paternidade Combinado (IPC). E esse número é a probabilidade estatística de relacionamento.

No exemplo abaixo, o IPC é de 1.716.973.979. Este número pode ser lido da seguinte forma: O homem testado tem 1.716.973.979 (1 bilião 716 milhões 973 mil 972) vezes mais probabilidade de ser o pai biológico da criança do que um homem não relacionado e não testado, com a mesma origem étnica.

Lido de outra forma: O pai testado tem uma probabilidade superior a 1 bilião de vezes de ser o pai biológico da criança do que qualquer outro homem da mesma origem étnica.

 

indice_de_paternidade_combinado_codigoadn

 

Usando a força dos resultados genéticos no índice de paternidade combinado, calcula-se uma probabilidade de paternidade. Já estabelecemos que esse número nunca pode ser de 100%, a menos que todos os homens do mundo também possam ser testados. Mas quanto maior o IPC, maior a probabilidade de paternidade. Qualquer probabilidade acima de 99% é considerada conclusiva. Este exemplo mostra um CPI extremamente alto;

 

probabilidade_de_paternidade_codigoadn

 

Mas e se não houver uma «herança» num marcador genético?

Se não houver correspondência em um (ou mais) marcadores genéticos testados e a incompatibilidade, no marcador genético, não for devida a uma mutação conhecida, o IP (índice de paternidade) dessa localização será 0%. Isto significa que quando todos os Ip(s) são multiplicados juntos, esse 0% torna o Índice de Paternidade Combinado 0%, e o homem não é excluído como o pai biológico da criança que se encontra em teste.

 

Se o ADN de dois indivíduos não combina, então podemos dizer com 100% de certeza que um homem não é o pai biológico de um filho.

 

Então, o que isto tudo significa?

Uma probabilidade de paternidade de 99,99% é tão poderosa que é rotineiramente aceite como evidência em favor da paternidade por cientistas genéticos, juízes de tribunais e pelo Ministério da Justiça. O resultado é: uma probabilidade de teste de paternidade de ADN de 99,99% é forte o suficiente para um juiz permitir (ou negar) apoio à criança, um processo de imigração ou mesmo condenação em um caso criminal.

 

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para info@codigoadn.pt com o relato.

Ler contributo inteiro
1 - 10 de 127 resultados